domingo, 25 de janeiro de 2009

Aumentando a torcida


Ron Maitland, 43 anos e meu último e melhor professor da ILSC, é um sujeito bem fora do comum. A começar pelo seu país de origem, São Vicente, uma desapercebida ilhota da América Central.

Ainda bebê, migrou para Toronto com os pais, e depois, cursou uma faculdade em Chicago. Há 20 anos, veio para Vancouver, onde mora hoje com sua esposa e dois filhos pequenos. Viciado em livros de auto-ajuda, passou dez anos de sua vida de solteiro lendo várias obras de como ter sucesso no casamento. No atual momento, os livros de cabeceira de Ron têm sido do tema como educar uma criança corretamente.

Outro vício de Ron, do qual eu também tenho, é o seriado 24 Horas. Não perdemos um capítulo! Eu e Ron travamos muitas conversas nostálgicas lembrando as cenas principais e antológicas das aventuras de Jack Bauer. Mas Ron sofre de excesso, ele já tem todas as temporadas em DVD, e já as assistiu mais de quatro vezes. Ele não fica uma semana sem ver um capítulo.

Suas peculiaridades não param por aí. Ron nunca botou um gole de álcool na boca. Antes de começar seu relacionamento com a sua atual esposa, impôs esta condição a ela também. Além disso, Ron é o único negro da América do Norte que não está nem um pouco entusiasmado com a chegada de Obama a Presidência dos Estados Unidos. Ele também apoiou a invasão do Bush no Iraque. Apesar de discordar da justificativa, devo confessar que seu argumento de defesa foi instigante, original e bem articulado.

Conclusão, um dia Ron entrou na sala de aula com a camisa do Corinthians. Me segurei. Outro dia apareceu com a do São Paulo, fiquei na minha novamente. Mas quando ele veio com a do Flamengo, não resisti. Um sujeito como o Ron não poderia estar tão mal caracterizado. Providenciei a minha camisa do Fluminense para ele, que confessou ter achado a mais bonita (ele também tem a do Grêmio e do Palmeiras). Não esperaria outro comentário dele. Enfim, temos mais um tricolor dos milhões espalhados pelo mundo.

Um comentário:

Laura disse...

QUAL FOI O ARGUMENTO DE DEFESA INSTIGANTE E BEM ARTICULADO ?
FIQUEI CURIOSA.